Caminho da Serra do Mar: a continuação da Trilha Transcarioca

Por Ivan Monteiro

Após a desafio de caminhar 180 km na Trilha Transcarioca o trilheiro tem a oportunidade de caminhar mais oito dias pela Serra do Mar em continuidade à Trilha Transcarioca. É a Trilha de longo curso caminhos da Serra do Mar, um belo conjunto de cachoeiras, belas paisagens, história e fauna e flora abundantes. , A travessia tem início na Vila Inhomirim, município de Magé, no Caminho do Ouro, aberto por escravos em 1723. No segundo dia de caminhada, considerado o mais pesado do primeiro núcleo, o caminhante percorre a travessia Cobiçado x Ventania. A etapa seguinte é a trilha Uricanal, que leva até onde se começam o quarto, quinto e sexto dias de caminhada, na travessia mais bonita do Brasil, a famosa Petrópolis x Teresópolis, com 33 quilômetros. Depois ainda há mais dois dias de caminhada atravessando o Parque Estadual dos Três Picos.

Mas como ligar a Trilha Transcarioca com os Caminhos da Serra do Mar? Simples. Ao terminar a Transcarioca o trilheiro realizará um lindo passeio de barco partindo da Urca ou do antigo Cais dos Mineiros, onde os viajantes do século XIX embarcavam em direção ao fundo da baía para alcançar as Minas Gerais. Seu barco vai singrar as águas da Bahia de Guanabara. O primeiro ponto turístico é a ilha de Paquetá com 1,2 quilômetro quadrado de área e 8 quilômetros de perímetro. Em seguida uma visita a uma unidade de conservação do ICMBio Área de Proteção Ambiental Guapimirim que tem como principal objetivo proteger os remanescentes de manguezais situados no recôncavo da Baía de Guanabara, dentro da unidade o visitante navegará pelos rios da APA.

Depois do Passeio por praticamente toda a APA Guapimirim conhecendo seu rico ecossistema e visualizando os principais tipos de manguezal, o visitante conhecerá um local de relevante importância histórica: a Estação Guia de Pacobaiba. Trata-se da antiga Estação Mauá, que foi a primeira estação de trens do Brasil, inaugurada em 30 de abril de 1854 como parte da Estrada de Ferro Mauá. Era uma estação de integração, contando com um pequeno porto, que recebia os passageiros vindos de barco a vapor, partindo do Rio de Janeiro. Em 1878 passou para a Estrada de Ferro Príncipe do Grão Pará, e em 1883 servia de ligação para Petrópolis.

Após essa visita histórica, o destino começa a apontar para a Serra dos Órgãos encerrando o passeio de barco pelo rio Suruí, partindo para o trecho terrestre no bairro Suruí já no município de Magé RJ, fazendo a ligação com a comunidade de Cachoeira Grande também no município de Magé. Em Cachoeira grande o visitante retoma sua rotina de caminhadas pelas belas e exuberantes paisagens da Mata Atlântica no Parque Nacional da Serra dos Órgãos. O primeiro impacto é a Cachoeira Grande com uma queda de quase 100 metros de altura e um lindo poço para renovar as força. Este trecho faz a ligação ao Bairro Pau Grande com uma belíssima trilha muito frequentada por moradores da região.

Após o término da Trilha o Caminhante volta a um pequeno trecho urbano em vila Inhomirim, chegando então finalmente a Trilha Caminho do Ouro abrindo os Caminhos da Serra do Mar que neste primeiro trecho atravessa o município de Magé até Petrópolis após 5km de caminhada.

A partir daí é só conferir em http://www.icmbio.gov.br/parnaserradosorgaos/destaques/167-caminhos-da-serra-do-mar.html onde é possível encontrar tudo sobre os Caminhos!